Busca no site
buscar no site
Notícias
12/11/2017

Festuris reuniu 60 países em Gramado

Por Vanessa Sampaio (Ministério de Turismo)  - Texto editado.

 A 29ª edição da Feira Internacional de Turismo (FESTURIS), um dos maiores e mais efetivos canais para a geração de negócios turísticos da América Latina, gerou  aproximadamente R$ 280 milhões, segundo estimativas. A Feira reuniu cerca de 14 mil profissionais, empresários, estudantes, entidades de classe, líderes da categoria e delegações de governo vindos de mais de 60 países. Em uma área de 22 mil m2, 400 expositores apresentaram produtos, roteiros, marcas e destinos turísticos do Brasil e do mundo. A Feira é promovida pela empresa Rossi & Zorzanello.

10 11 17 Festuris Gramado interna 400Em discurso realizado no Palácio dos Festivais, a secretária nacional de Qualificação e Promoção do Turismo do MTur, Teté Bezerra, elogiou a integração de mercado e governo promovida pelo evento desde 1989 e parabenizou a cidade pela evolução da Festuris, que hoje representa uma das maiores vitrines de tendências do mercado turístico latinoamericano.

"O turismo é um setor que tem como missão institucional conectar o mundo e promover um futuro sustentável para as novas gerações. Essa é a base do programa Brasil + Turismo, que reúne diversas demandas históricas do setor. Algumas dessas medidas estão no Congresso Nacional e, por isso, queremos aproveitar as lideranças aqui reunidas para juntarmos forças e sensibilizarmos os parlamentares da importância de darem andamento a esses projetos", disse a secretária.

Ela também afirmou que Gramado é um exemplo do poder transformador da qualificação profissional do setor. O  turismo é matéria inserida na grade curricular obrigatória municipal há cerca de quatro décadas, o que, segundo ela, alavancou o crescimento das atividades turísticas da cidade de forma singularmente bem-sucedida.O governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, enalteceu a Festuris. "Gerar emprego e renda é uma excelência na Festuris. Trata-se de um setor que nos faz refletir sobre o patrimônio imaterial da humanidade. Cria oportunidades, possibilita experiências inesquecíveis e transforma o mundo", comentou.

A feira de negócios apostou na segmentação para impulsionar a promoção, divulgação e comercialização de destinos. Houve salões voltados para roteiros de acessibilidade, público LGBT, turismo de Luxo, destinos de entretenimento, rotas gastronômicas, enoturismo, turismo cultural e religioso. Houve também espaços voltados para profissionais e empresas interessadas em Inovação e Tecnologia, Sustentabilidade e Turismo Verde, turismo Corporativo e de Negócios. Outro destaque do evento foram as salas de capacitação, com programação ininterrupta reunindo mais de 40 palestras, oficinas e workshops. As atividades foram encerradas no sábado (11).